Atraso na entrega de certificado de ventos pode adiar leilão de eólicas, diz EPE

Atraso na entrega de certificado de ventos pode adiar leilão de eólicas, diz EPE

Certame acontecerá ainda este ano, provavelmente em dezembro, assegurou Tolmasquim

Alexandre Canazio, da Agência CanalEnergia, Planejamento e Expansão
16/10/2009

O leilão de eólicas, previsto para o próximo dia 25 de novembro, pode ser adiado em decorrência do atraso na entrega de certificação de ventos dos 441 parques eólicos cadastrados para o certame, segundo Maurício Tolmasquim, presidente da Empresa de Pesquisa Energética. Os agentes têm um prazo de 45 a 25 dias úteis antes do leilão para entregar o documento. Mas, de acordo com Tolmasquim, perto do fim do prazo a maioria ainda não entregou o documento.

“A ideia era que a maioria dos agentes já tivesse a medição de ventos e entregasse antes. Mas todos decidiram entregar no último momento”, observou o executivo ao chegar ao II Fórum ABEEólica/CanalEnergia – Competitividade e Formação de Preços para o Leilão de Eólica, que está sendo realizado nesta sexta-feira, 16 de outubro, no Rio de Janeiro.

A intenção da EPE era analisar os certificados à medida em que fossem chegando para ter tempo suficiente para entregar a lista de habilitados à Agência Nacional de Energia Elétrica. “Nós estamos paralisados”. O leilão, assegurou Tolmasquim, acontecerá ainda este ano, provavelmente em dezembro.


É vedada a utilização e/ou reprodução total ou parcial do conteúdo gerado pelo CanalEnergia sem prévia autorização.

banner ad
line
footer
Powered by Wordpress | Designed by Elegant Themes